quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Prevenção

Érima de Andrade

Prever a ação; focar na pré-intervenção, ou seja, numa intervenção a ser efetivada antes que determinado fenômeno ocorra.

Mas que evento devemos prevenir?

Ano novo chegando, e lá vamos nós desejar saúde e sucesso para um monte de gente.

Sucesso?!? Sim. E ao desejarmos sucesso estamos desejando que o outro realize seus sonhos.

É preciso desejar para obter. O sonho precisa ser ativado e transformado num desejo para se tornar realidade. O desejo vai nos motivar, vai ser o motivo da nossa preparação – preparar a ação – vai ser o foco, o objetivo que nos fará traçar metas e tomar atitudes.

“A verdadeira decisão é medida pelo fato de que você tomou uma atitude. Se não houver atitude, então você realmente não decidiu”. Anthony Robbins

E atitude com preparo é igual ao sucesso. Que sucesso você quer obter? Como você deve se preparar para ele? Quem sabe essa história, de autoria desconhecida, lhe ajuda a começar hoje a sua preparação para o sucesso em 2012.

“Enquanto  os ventos sopram...

Conta-se que, há muito tempo, um fazendeiro possuía muitas terras ao longo do litoral do Atlântico.

Ele constantemente anunciava estar precisando de empregados.

A maioria das pessoas estava pouco disposta a trabalhar naquela localidade.

Horrorosas tempestades varriam aquela região extensa, fazendo estragos nas construções e nas plantações.

As recusas eram muitas, a cada tentativa de conseguir novos auxiliares.

Finalmente, um homem baixo e magro, de meia-idade, se apresentou.

- Você é um bom lavrador? - perguntou o fazendeiro.

- Bom,- respondeu o pequeno homem - eu posso dormir enquanto os ventos sopram.

Embora confuso com a resposta, o fazendeiro, desesperado por ajuda, o empregou.

O pequeno homem trabalhou bem ao redor da fazenda, mantendo-se ocupado do alvorecer ao anoitecer.

O fazendeiro deu um suspiro de alívio, satisfeito com o trabalho do homem.

Então, numa noite, o vento uivou ruidosamente, anunciando que sua passagem pelas propriedades seria arrasadora.

O fazendeiro pulou da cama, agarrou um lampião e correu até o alojamento dos empregados.

O pequeno homem dormia serenamente. O patrão o sacudiu e gritou:

- Levante depressa! Uma tempestade está chegando. Vá amarrar as coisas antes que sejam arrastadas.

O empregado se virou na cama e calmo, mas firme, disse:

- Não, senhor.  Eu não vou me levantar.  Eu lhe falei: posso dormir enquanto os ventos sopram.

A resposta enfureceu o empregador. Não estivesse tão desesperado com a tempestade que se aproximava, ele despediria naquela hora o mau funcionário.

Apressou-se a sair para preparar, ele mesmo, o terreno para a tormenta sempre mais próxima. Do empregado, trataria depois.

Para seu assombro, ele descobriu que todos os montes de feno tinham sido cobertos com lonas firmemente presas ao solo.

As vacas estavam bem protegidas no celeiro, os frangos estavam nos viveiros e todas as portas muito bem trancadas.

As janelas estavam bem fechadas e seguras. Tudo estava amarrado. Nada poderia ser arrastado.

Então, o fazendeiro entendeu o que seu empregado quis dizer. Retornou ele mesmo para sua cama para também dormir, enquanto o vento soprava.”

Aproveite hoje o sol que faz na sua vida, e prepare seu corpo, seu espírito, suas emoções e seu intelecto para que, se  por acaso ventar, você possa continuar a dormir tranquilamente.

Sucesso é quando o preparo encontra a oportunidade.

Você pode dormir enquanto os ventos sopram em sua vida? 

Um comentário:

  1. Amei, quero sim me preparar sempre para que minhas noites sejam tranquilas!

    ResponderExcluir

Vou ficar feliz com seu comentário. É muito bem vindo!