domingo, 13 de março de 2016

Paz e Paciência

Érima de Andrade

Em tempos tensos como o que estamos vivendo,
quando a intolerância age dos dois lados das questões, quando parece que todo mundo deseja um confronto, cabe a cada um de nós, como sempre na vida, escolher: quero participar disso? E se quero, é dessa forma intolerante que vou agir?

“Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal”


Escolher um dos lados, defender sua escolha, nada disso é um problema. O problema acontece quando sua escolha faz com que desrespeite a escolha do outro. Você tem tanto direito a escolha como o outro. É quando você não permite que o outro pense diferente de você, que a intolerância toma conta do cenário. Impressionante notar, pelo menos na minha time line do Facebook, o tanto de intolerância de cada lado da questão. E, acreditem, meus amigos são sim pessoas esclarecidas, bem informadas, cheias de boas intenções, e mesmo assim, deixaram o pequeno ditador interno tomar conta de todo o seu ser. Não quero fazer parte disso, por isso escolhi escrever hoje sobre paz e paciência.

“Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para”


Paciência é a ciência da paz. E se você está em busca de paz, alegria e amor na sua vida, sugiro que comece a cultivar a paciência em você.

A paz é a ausência de conflitos, lutas, violência, problemas, perturbações e agitações. É um estado de espírito isento de ira, desconfiança, e de todos os outros sentimentos negativos. Estar em paz é estar de acordo, é concordar e manter uma relação tranquila, sem conflitos, nem com você e nem com os outros.

Se você não está em paz com o que lhe acontece no momento, saiba primeiro, que você está onde precisa estar para aprender o que precisa ser aprendido. Então busque compreender o que a vida está tentando lhe ensinar. A compreensão do momento é um grande aliado da sua paz interior.

Sua paz vai começar quando você renunciar a discórdia e ao sentimento de que há alguma coisa errada com o que você está vivendo e com isso encontrar serenidade, calma, tranquilidade e equilíbrio dentro de você. Que a paz esteja contigo.

“A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência”


Paciência, como eu já disse nesse texto, é a ciência da paz. A paciência está principalmente baseada na tolerância. É uma virtude do ser humano que suporta situações desagradáveis, erros alheios, situações e fatos indesejados sem perder a calma e a concentração. Ser paciente é ser perseverante, é manter o controle emocional frente a algo, situação, resposta ou ação que não tem previsão para se concretizar. Paciência pode ser definida também como calma, sossego, tranquilidade, repouso e harmonia.

“Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara”


Lenine canta a paciência de uma maneira linda. Vamos cantar juntos?




“Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não para

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara


Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência


E o mundo vai girando cada vez mais veloz

A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência


Será que é tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder

E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)


Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para (a vida não para não)"

3 comentários:

  1. Uma vez ouvi um Pastor pregar sobre a paciência, onde ele disse que a paciência é uma virtude de um Cristão, e eu tento por isso na minha vida. Bjs Naja

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso, exercício do dia a dia1 Beijos Naja

      Excluir
    2. É isso, exercício do dia a dia1 Beijos Naja

      Excluir

Vou ficar feliz com seu comentário. É muito bem vindo!