domingo, 23 de outubro de 2016

Há quase 40 anos...

Érima de Andrade

Tão estranho constatar que conheci essas pessoas há quase quarenta anos... não parece!
A relação continua a mesma, a mesma proximidade com os que eram mais íntimos, o mesmo jeitinho de falar, a mesma energia da nossa adolescência, agora mais madura, milhões de histórias e lembranças únicas, e outros milhões de lembranças compartilhadas por todos nós. Que viagem no tempo esse reencontro!

Se você nasceu depois de 1980, informo que havia vida muito antes disso, mas não a possibilidade, tão fácil de hoje em dia, de manter contato depois da faculdade.

Nossas opções na época, telefone fixo ou carta. Se mudava de endereço, a pessoa não lhe achava mais. Ah, e se você nasceu depois de 1980, informo que o número do telefone não ia na mudança. Outro endereço, outro número de telefone. E assim, cada um de nós foi seguindo a sua vida, lembrando de um tempo bom de estudos e aprendizagens, mas sem muitas esperanças de reencontrar os colegas.

Até que a Hebe, obrigada Hebe!, resolveu fazer um churrasco para reencontrar a turma. Chamou o Ricardo/Batata, para ajudar, falou com a Ana Lúcia, com a Teresa, e num trabalho de pesquisa e investigação, os nomes foram surgindo, as fotos da época também, as lembranças, e o reencontro tomou forma.

Conseguiram contato até com colegas que não estão no mundo virtual, nem em redes sociais! Se você é aquele que nasceu depois de 1980, informo que foi um trabalho árduo essa pesquisa. Mas muito compensador!

O churrasco, em Teresópolis, aconteceu. Mas por vários motivos diferentes, muitos, em cima da hora, não puderam comparecer. Aí já não tinha mais jeito, o bichinho do reencontro já havia nos picado...

E bora pensar numa outra data. E bora tentar falar com mais gente. E bora marcar num dia que todo mundo possa... não deu. E, de novo, tanta gente contatada que na última hora não pode ir. E tudo bem! A gente vai ensaiando encontros e um dia conseguimos um encontrão. É sempre ótimo! Do jeito que der para ser, nós fazemos. E saboreamos, desfrutamos, nos divertimos muito!

Eu, por exemplo, tinha hora para sair. Mas não tão rápido. Muita história atualizada, muita lembrança boa, e claro, fotos!

Essas primeiras são fotos da nossa turma na EBA, Escola de Belas Artes da UFRJ, as outras, dos nossos reencontros.

Obs: Atendendo a pedidos, vou postar todas as fotos que surgiram ao longo da busca. Explicando para você que nasceu depois de 1980: o foco não era automático. Ponto. Não dava para saber como a foto ficaria antes de revelar. Não tem tecnologia que melhore uma foto ruim. Mas eram momentos tão especiais que não desprezávamos foto nenhuma!
    <15/06/1978>

               
   <outubro 1977>









  





 Que muitos outros aconteçam!

8 comentários:

  1. Érima, foi muito bom esse reencontro impulsionado, a princípio, pela Hebe e depois por um pouquinho de cada um que tinha algum contato com o outro da época. Foi uma pena não poder estar nesse último mas espero ir no próximo. E assim cada vez mais vamos aumentando essa lista e quem sabe um grande encontro se realize, onde possamos todos nos
    reencontrar . Obrigado pela iniciativa e fico feliz de poder compartilhar com vocês essa alegria. Beijo grande pra vocês.

    ResponderExcluir
  2. De grão em grão a turma se junta! Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Foi muito interessante, uma autêntica viagem no túnel do tempo!
    Gostei muito! Menos do ângulo da foto que exagerou na minha barriga. Que tal um photoshop?! he! he!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahahahaha relaxa, nós vimos que você está ótimo!

      Excluir
  4. Que legal esse reencontro!!!! Beijo, Érida.

    ResponderExcluir

Vou ficar feliz com seu comentário. É muito bem vindo!